Frimesa

Profissionais da Saúde participam de programa para tratar da saúde mental em tempos de pandemia

Postada em: 10/08/2020 Atualizada em: 10/08/2020 16:45:35 Número de visualizações 151 visualizações
LinkedIn whatsapp
Profissionais da Saúde participam de programa para tratar da saúde mental em tempos de pandemia

O trabalho nos centros de saúde em todas as partes do mundo exige dos profissionais uma boa saúde mental, já que estes sofrem pressões durante todos os dias com as questões ligadas a saúde. Em tempos de pandemia, esse fator emocional fica ainda mais sobrecarregado, já que uma doença ainda desconhecida, sem um tratamento comprovadamente eficaz e numa corrida contra o tempo, faz com que até pessoas com boa saúde mental adoeçam, sem contar o medo de contrair a doença no ambiente de trabalho.

Em Missal, a secretaria de Saúde está disponibilizando atendimentos individualizados com uma profissional da área de psicologia, justamente para tratar das questões ligadas a saúde mental. Internamente, foi disponibilizado um link para que os profissionais interessados pudessem ser atendidos. Num primeiro momento foi realizada uma triagem, de forma sempre sigilosa, buscando entender os sintomas, quando iniciaram, entre outras questões de cunho particular, sempre respeitando a individualidade de cada funcionário.

Nessa triagem foi possível perceber que muitos dos profissionais da área da saúde já apresentavam alguns sintomas característicos de ansiedade, depressão, síndrome do pânico entre outras patologias, no entanto, muitos desses nunca buscaram um tratamento. “Na maioria dos casos os sintomas já existiam e a pandemia contribuiu para potencializa-los, fazendo com que muitos destes profissionais precisassem de ajuda para cuidar da saúde mental”, explica a coordenadora da ação, a Psicóloga clínica Mônica Winter Possatto. 

Mônica é especialista em saúde mental, saúde pública e terapia comunitária integrativa. Ela afirma que o objetivo central deste trabalho é a abordagem de questões psicológicas potencializadas pela fase de isolamento e trabalho com pressão, além de investigação de questões anteriores e oportunidade de resolução de conflitos pessoais, iniciados até mesmo antes dessa fase. 

O público alvo são os funcionários da secretaria de saúde de Missal, de todos os setores, que se interessarem. O tratamento consiste em Psicoterapia individual e presencial com sessões semanais. O trabalho foi iniciado neste mês de agosto e segue ocorrendo de forma presencial durante os próximos dias. 

O diferencial de um atendimento individualizado é referente ao sigilo das informações repassadas, o que permite que cada paciente consiga manifestar de forma mais aberta os sintomas e o que eles causam, justamente sem o receio de expor a mais pessoas as preocupações que rondam a mente.

É importante observar que mesmo com este atendimento aos profissionais da área da saúde, os atendimentos à população continuam normalmente, desde que devidamente agendados com encaminhamento médico. Mônica atende toda segunda à tarde na Unidade do Portão Ocoí, terça pela manhã na Unidade do centro, terça a tarde na Unidade de Dom Armando, aos pacientes com referência nestas Unidades, e na quarta os profissionais da saúde.

Fonte: Assessoria

Compartilhe:
LinkedIn whatsapp