Hospital

Missal anuncia estratégias para conter avanço da Covid-19

Postada em: 23/02/2021 Atualizada em: 23/02/2021 09:49:18 Número de visualizações 614 visualizações
LinkedIn whatsapp
Missal anuncia estratégias para conter avanço da Covid-19


Sanções mais severas foram definidas para quem insistir em descumprir os decretos


O número de casos de Covid-19 em Missal continua crescente e o agravante é a falta de leitos de UTI na macrorregião Oeste. O Comitê de Crise de Missal se reuniu na última segunda-feira, 22 de fevereiro, e discutiu diversas situações para conter o avanço da doença no município. Os membros do Comitê temem alguma medida mais restritiva que volte a afetar as questões econômicas locais.


O entendimento de todos é que um novo fechamento de comércio e novas restrições seriam ainda mais prejudiciais ao setor econômico, visto que muitos setores já estão a quase um ano sem nenhuma atividade. No entanto, entendem também que é necessário um esforço coletivo para que sejam seguidas as recomendações, como o uso da máscara, a higienização das mãos e o distanciamento físico.


Tendo em vista ainda que mesmo com todas as recomendações e alertas, ainda há quem insista em desrespeitar as normas e decretos, inclusive os decretos estaduais que seguem em vigência. O objetivo não é sair aplicando multas e muito menos punir os comerciantes, pelo contrário, é auxiliar que eles possam manter seus estabelecimentos funcionando normalmente, desde que seguidas as recomendações citadas.


Há o receio de que novas restrições possam ocorrer por parte do Estado, portanto, os membros do Comitê de Crise de Missal foram unanimes em reforçar a conscientização da população e dos comerciantes. Durante a semana, diversos setores irão abordar temas relacionados a Covid-19 na emissora de rádio local e nos veículos de comunicação de um modo geral. Além disso, haverá reforço na fiscalização e na conscientização junto ao comércio.


Uma das medidas adotadas, tendo em vista ocorrências dos últimos dias, é a alteração do decreto municipal, caso não haja prorrogação do decreto estadual, a fim de estabelecer que a multa no valor de 5 mil reais seja replicada conforme o número de reincidências, bem como a partir da segunda multa com o mesmo valor haverá a interdição do estabelecimento por 15 dias, e, persistindo o descumprimento, na terceira multa de 5 mil reais a cassação do alvará de funcionamento.



Protocolo Oficinas Culturais


O Comitê de Crise fez a apreciação do Protocolo de retorno das Oficinas Culturais o qual foi aprovado por todos os presentes. Da mesma forma, foi mencionado que em outra ocasião, mais precisamente no dia 05 de fevereiro, houve a aprovação do protocolo de retorno as aulas presenciais na rede municipal de Educação.


Na próxima sexta-feira, 26 de fevereiro, os professores do Departamento de Cultura vão passar por uma capacitação para o uso correto dos EPI’s, bem como, para tratar sobre os protocolos a serem adotados ao retornar as oficinas culturais. Num primeiro momento ocorre o retorno da Cia Municipal de Dança e da Oficina de Desenho Artístico, cujo as inscrições estão abertas na Casa da Cultura. As demais oficinas ainda dependem de contratação de profissionais, que com a aprovação do plano se torna possível.

Fonte: Assessoria

Compartilhe:
LinkedIn whatsapp