JC Imoveis

José Welter recebe Moção Honrosa da Câmara de Vereadores

Postada em: 06/12/2018 Atualizada em: 06/12/2018 11:37:19 Número de visualizações 386 visualizações
LinkedIn whatsapp
José Welter recebe Moção Honrosa da Câmara de Vereadores

Na sessão ordinária realizada na segunda-feira (3), a Câmara de Vereadores de Missal fez a entrega de Moção Honrosa a José Aneldo Welter, em reconhecimento pelos trabalhos realizados em prol da comunidade missalense como líder comunitário, primeiro presidente da APM do Cepem Colégio Estadual Padre Eduardo Michelis), subprefeito do Distrito de Missal pelo período de oito anos, primeiro secretário de Obras do Município de Missal e Juiz de Paz.

Moção Honrosa a José Welter foi uma proposição do vereador José Schneiders (Chico Padeiro), através do Requerimento número 01/2018, que teve aprovação unânime dos vereadores missalense.



José Welter 

José Aneldo Welter nasceu dia 26 de agosto de 1928 no município de São José do Hortêncio - Rio Grande do Sul, mais tarde foi com seus pais morar no munícipio de Gaurama, também no Rio Grande do Sul.

Se formou no colégio - antigo ginásio, se tornando mais tarde protético profissional, exercendo a profissão por alguns anos em Porto Alegre.

Em março de 1969, em visita a familiares em Medianeira, surgiu o convite da irmã Maria Helena para morar em Missal, então distrito de Medianeira, pois sua esposa Olivia Welter (in memoriam) era formada técnica em contabilidade, e havia uma turma sem professora no distrito.


Assim, decidiu fixar moradia em Missal em março 1969. 

Welter logo começou a trabalhar em sua profissão de protético, pois não havia dentista no município na época, também exercia essa profissão para auxiliar a comunidade, naquela época carente de profissionais. Logo começou a exercer seu espirito de liderança e trabalhar pelo desenvolvimento da comunidade missalense, sendo assim eleito o primeiro presidente da Associação de Pais e Mestres do Colégio Estadual Padre Eduardo Michelis (APM do Cepem). Sua contínua preocupação com Missal o elevou a status de subprefeito de Missal no ano de 1973, quando Missal ainda pertencia a Medianeira.

Além de contribuir para o progresso de Missal, com a abertura de diversas estradas e áreas para cultivo de plantações e construção de novas moradias, José Welter via a necessidade de aumentar o espaço físico do Cepem, então com duas salas, para adequar ao continuo progresso ao qual Missal passava. Assim fizeram um projeto, com o apoio de lideranças locais, com cinco blocos, que compunha uma área administrativa e os demais blocos para salas de aula, que totalizariam 12 salas, e um amplo saguão, sendo encaminhado e aprovado pelo governador da época, Jaime Canet Junior, porém surgiu a necessidade de um terreno para adequar as novas instalações.

Assim José Welter procurou o Dr. Guido Peres, médico na época em Missal, para auxiliar na busca por esse terreno, visto que a igreja era detentora de inúmeras áreas na cidade de Missal, pensaram em solicitar a mesma uma área adequada. Assim se deslocaram para Jacarezinho, para falar com Dom Geraldo Sigaud e solicitar a doação de um espaço para a construção do colégio Cepem. Retornaram com profunda alegria para Missal com a notícia da doação de toda quadra 26 (local atual do Cepem) para a construção dos cinco blocos do colégio.

Após o retorno, as dificuldades não pararam, o então prefeito de Medianeira, Luiz Bonatto, queria dividir a escola entre Missal e Flor da Serra (atual Serranópolis), porém Welter “bateu o pé” e garantiu que sua luta não havia sido para dividir o colégio, e sim que viesse “inteiro” a Missal. Após a aprovação da integralidade da construção do Cepem em Missal, verificou-se a falta do abastecimento de água, sendo então construído um poço artesiano para atender as necessidades, esse que se faz de uso até hoje. Mesmo com todas as dificuldades em nenhum momento o popularmente conhecido Sr. Welter deixou de batalhar por essa conquista.

Em 1981, José Aneldo deixou de ser subprefeito, após 8 anos e 2 meses, devido ao início dos trâmites para emancipação de Missal, nesse período de sub prefeitura do Distrito de Missal. Enfrentou muitas dificuldades, problemas de posses, pessoas sem documentação pessoal e das propriedades, falta de água, energia elétrica, tudo dependia de Medianeira e o contato entre os agentes públicos. A aprovação da câmara de vereadores de Medianeira sempre era necessária para construção de estradas, pontes, escolas, etc, trabalho de intermediação sempre exercido com maestria por José.

Para as atividades do dia a dia como subprefeito, Welter utilizava seu próprio carro, pois não havia outro meio, apenas mais tarde Medianeira forneceria uma patrola, que auxiliou muito nos trabalhos do distrito e em seguida a construção da subprefeitura, onde hoje funciona o Provopar. 

Devido seu amplo conhecimento sobre o município e sua luta constante pelo progresso de Missal, foi convidado pelo então prefeito Luciano Kreutz, para assumir o cargo de secretário de Obras do então emancipado município de Missal, por um breve período.

Carinhosamente conhecido como Sr. Welter pela comunidade, também exerceu a função de Juiz de Paz por muitos anos, deixando de exercer a profissão de protético após a chegada de novos dentistas.

Hoje, com 90 anos, José Aneldo Welter ainda reside no município de Missal, frequenta o clube dos idosos e adora contar histórias de sua vida e de Missal. 




** Envie notícias, fotos, vídeos e sugestões para o Portal Missal pelo WhatsApp (45) 99809-7801.


Fonte: Portal Missal com Assessoria

Compartilhe:
LinkedIn whatsapp