Sicredi

Taxa de Ocupação de leitos de UTI na macrorregião diminui

Postada em: 03/07/2020 Atualizada em: 03/07/2020 13:22:58 Número de visualizações 611 visualizações
LinkedIn whatsapp
Taxa de Ocupação de leitos de UTI na macrorregião diminui

Situação em Foz do Iguaçu, mesmo com o aumento de leitos, ainda preocupa

A Taxa de Ocupação dos leitos de UTI na Macrorregião Oeste, que atende quase 2 milhões de pessoas, sendo das regionais de Saúde de Foz do Iguaçu, Cascavel, Toledo e Francisco Beltrão, diminuiu. De acordo com o boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SESA), publicado no final da tarde de quinta-feira, dia 02 de julho, a taxa da região é de 66% de ocupação.

São 108 leitos a disposição, sendo que desses, 71 estão ocupados, restando 37 leitos livres. Além disso, para a região a qual pertence Missal, a situação continua preocupante. A Taxa de Ocupação de leitos em Foz do Iguaçu, segundo o boletim da Prefeitura de Ontem (02), está em 74,29%. Dos 35 leitos disponíveis, 26 estão ocupados. A taxa de ocupação do Hospital Municipal Padre Germano Lauck de Foz, está em 80%, com 20 dos 25 leitos ocupados. 

Notificação Sanitária do Estado

No final do dia de quinta-feira, 02 de julho, a Administração Municipal de Missal recebeu uma notificação sanitária da Secretaria de Saúde do Paraná, onde aponta, inclusive, não haver possibilidade de recurso administrativo sobre o tema.

O Governo do Estado do Paraná, por intermédio da SESA não acatou o recurso do município. Inclusive exige da Administração de Missal a observação e cumprimento integral do decreto Estadual com possibilidade de responsabilização sanitária da prefeitura e penal do prefeito, que pode ser responsabilizado criminalmente, caso ocorra alguma fatalidade decorrente da Covid-19.

Fonte: Assessoria

Compartilhe:
LinkedIn whatsapp