Sicredi

Comércio reage ao Decreto de fechamento das atividades não essenciais

Postada em: 03/07/2020 Atualizada em: 03/07/2020 01:45:40 Número de visualizações 1454 visualizações
LinkedIn whatsapp
Comércio reage ao Decreto de fechamento das atividades não essenciais

Ao passar pelo comércio na Avenida Dom Geraldo Sigaud e ruas paralelas, percebemos que várias empresas colocaram anúncios nas vitrines sobre o novo Decreto Estadual publicado recentemente pelo governador Ratinho Jr. e adotado pela Administração Municipal de Missal. Em algumas delas, demonstraram insatisfação pelo fechamento de atividades consideradas não essenciais, falando em “Luto pelo Comércio”, “De acordo com o Decreto Estadual, estamos fechados”.

Já em uma das vitrines na Rua Brasil, uma empresa colocou uma mensagens que chamou muita atenção “O CNPJ dessa empresa está morrendo e precisa de UTI. Mas não há leitos, socorro”. .

Também foi possível ver as manifestações nas redes sociais  das empresas e colaboradores.


ACIMI - A Associação Comercial e Empresarial de Missal, enviou um Oficio ao prefeito de Missal pedindo a prorrogação do pagamento do alvará, e outro Oficio para o Governador do Estado do Paraná,sobre a Flexibilização do Decreto Estadual numero 4942. (conforme imagens)

Fonte: Portal Missal

Compartilhe:
LinkedIn whatsapp